Página inicial
26/04/2017 - Cacercopar: Representantes de ACEs de 10 municípios participam de reunião em Mamborê
 

Dando sequência ao sistema de reuniões itinerantes da Coordenadoria das Associações Comerciais e Empresariais da Região Centro-Ocidental do Paraná - Cacercopar, a diretoria, ou alguns integrantes da mesma, de Associações Comerciais e Empresariais - ACEs de 10 municípios estiveram em Mamborê, na noite de ontem (25). O encontro foi na Loja Maçônica Áries e contou com a presença de 42 pessoas. Além do presidente da Cacercopar, Marcelo Chiroli de Campo Mourão, participaram da reunião o prefeito de Mamborê, Ricardo Radomski (PSD); a presidente da Associação Comercial e Industrial de Mamborê - Acimam, Rose Aparecida Soares; Paulo Cesar Gomes, presidente da Associação Comercial e Industrial de Campo Mourão - Acicam, vice-presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná - Faciap e representante do presidente desta, Marco Tadeu Barbosa; e Marcos Rinaldi, presidente da Faciap Jovem. Também participaram do encontro Eduarda S. F. M. Altoé, gestora do Sebrae Campo Mourão; o secretário de Governo do Município de Mamborê, Thiago Zanini; e os vereadores de Mamborê: Fábio da Silva Ferreira (PV), Hildebrando Ribeiro de Oliveira (PV) e José Aparecido Januário (PPS).

Presidentes ou outros integrantes da diretoria representaram as ACEs de Campo Mourão, Goioerê, Ubiratã, Roncador, Nova Cantu, Peabiru, Moreira Sales, Quinta do Sol, Araruna e a anfitriã Mamborê.

A presidente anfitriã, Rose Aparecida Soares, durante seu pronunciamento, lembrou dos 32 anos da Acimam, bem como do seu primeiro presidente, José Marques da Silva, falecido no dia 4 de março deste ano. "A Acimam visa ser uma entidade representativa perante instituições públicas e privadas, atuante no dia a dia dos seus associados e imprescindível para o desenvolvimento empresarial", disse a presidente. Ela também citou algumas ações realizadas ou em andamento e citou os principais serviços oferecidos pela entidade: Certificado Digital, Nota Fiscal Eletrônica, SPC, PROE, parceria com a Unimed, Fomento Paraná e Cob Online. "Estamos em fase de implementação do Conselho do Jovem Empresário - Conjove de Mamborê", prosseguiu Rose, lembrando do interesse da Acimam em ter um espaço mais amplo para a sua sede.

Marcelo Chiroli, presidente da Cacercopar, disse que há situações nas quais empresários procuram saber como é a associação comercial de uma determinada cidade, utilizando isto como um dos critérios para se estabelecer na referida cidade.

"O presidente da Faciap está de portas abertas para atender as ACEs", disse Paulo Cesar Gomes, representando Marco Tadeu Barbosa, presidente da Faciap. Gomes também falou sobre a importância de uma assessoria às empresas locais, principalmente no sentido de manter a documentação atualizada, para que possam participar das licitações dos seus respectivos municípios.

O prefeito Ricardo Radomski disse que "é muito triste quando empresas locais ou regionais não participam de licitações", dando a oportunidade para empresas que se localizam em outras partes do estado e até em outros estados. Além do dinheiro não girar na região, há a dificuldade logística, dependendo do produto ou serviço adquirido. "Precisamos trabalhar na conscientização para que participem das licitações", disse o prefeito. "Precisamos ser mais bairristas", concluiu.

Marcos Rinaldi disse que "o Conselho do Jovem Empresário é um presente para a cidade". O presidente da Faciap Jovem lembrou que o Conjove pode existir em um determinado município apenas quando há vontade e incentivo da diretoria da ACE.

Anderson Douglas de Almeida, consultor da Faciap, apresentou o balancete financeiro da Cacercopar referente aos últimos 9 meses. Ele também explicou a forma como a Faciap se organiza, que é através de 12 coordenadorias. A reunião em Mamborê foi a segunda itinerante da Cacercopar. A próxima será em Ubiratã, no mês de agosto de 2017.

Ações

Anderson também citou as ações previstas, ou já em execução, pela Cacercopar:
-Participação nos eventos da Faciap;
-Suporte para as associações comerciais;
-Capacitação e treinamento;
-Reuniões itinerantes da coordenadoria;
-Busca de parceiros para as ACEs;
-Encontro regionais;
-Suporte para aplicação do Projeto 2017 Faciap

Processo de Certificação Associativista

Três ACEs participarão do Processo de Certificação Associativista, lançado durante a reunião. No final do evento, os presidentes das associações de Mamborê, Quinta do Sol e Araruna assinaram o termo de adesão. A escolha destas 3 ACEs foi de acordo com alguns critérios definidos pela Faciap. Após um certo período, havendo o cumprimento de determinadas etapas, também estabelecidas pela Faciap, esta concederá uma certificação à ACE.

Campanha de Natal

Rafael Siqueira e Erick Bleck Gonzalez falaram sobre o sistema de funcionamento da Campanha de Natal Sonho Dourado, já realizada no ano passado pela Faciap. Mais de 220 mil consumidores participaram da campanha que teve 38 cidades, em 2016. Há alguns pontos muito vantajosos neste sistema de realização de campanha natalina em nível estadual, como a questão do custo de legalização da campanha, o qual é sempre alto, quando feito de maneira isolada, pela associação comercial.

O ponto principal da proposta é a possibilidade dos empresários tirarem proveito futuro, da campanha natalina, na qual eles investiram certa quantia para a adesão. Acontece que a participação do cliente na campanha se dá através de um cadastro feito por ele, em um site, na internet. Após a campanha, a Faciap repassa os dados às ACEs e os empresários participantes têm informações sobre as regiões onde estão os seus clientes e as regiões que talvez dependam de uma melhor ação, entre outras informações. Além da premiação estadual, há a possibilidade de uma determinada ACE oferecer prêmios locais: apenas para os clientes das suas empresas.

Autoridades

Leila, presidente da ACE de Quinta do Sol, falando sobre sua participação em reunião do Conselho da Mulher Empresária, em Guarapuava

Informações sobre a campanha natalina da Faciap

Assinatura do termo para ingresso no Processo de Certificação Associativista - Araruna

Assinatura do termo - Quinta do Sol

Assinatura do termo - Mamborê

Os participantes saborearam a Leitoa Mateira, prato típico de Mamborê

Equipe da Acimam

Vídeo apresentado durante a reunião, sobre o Natal Sonho Dourado - Faciap